« Back Record Document

O papel do Estado e os paradigmas econômicos na América Latina

2014-01-02T18:44:58Z

LC/G.2444-P

Este artigo examina os dois paradigmas de desenvolvimento quesucessivamente prevaleceram na América Latina na segunda metade doséculo XX, concentrando-se no papel atribuído ao Estado. No paradigmacepalino, vemos como amplas tarefas de guia, estimulador e participantedireto no desenvolvimento produtivo foram perdendo eficácia, à medida queo Estado era capturado por interesses particulares sem que instituiçõessólidas fossem capazes de impedi-lo. Posteriormente, a extrema debilitaçãodo Estado experimentada desde a vigência do Consenso de Washingtonimpediu a adequada regulamentação das atividades privatizadas e fezperder a visão de longo prazo e a preocupação com a concentração derenda. O artigo alude à demanda social por um novo tipo de Estado eanalisa os requisitos e objetivos para que, entre outras coisas, este faciliteum funcionamento eficaz dos mercados e se preocupe em diminuir asdesigualdades sociais.

Incluye Bibliografía

Comisión Económica para América Latina y el Caribe (CEPAL) - Biblioteca Hernán Santa Cruz

Mirian Ramirez

Biblioteca CEPAL, Edificio Naciones Unidas, Av. Dag Hammarskjold 3477, Santiago, Chile

(+56-2) 2210-2337

Desarrollado por: Aikyu-Systems